OPRAH, UM ÍCONE

By April 11, 2018#CasaDeAraruama
OPRAH, UM ÍCONE

É difícil encontrar alguém que não conheça Oprah! Uma das mulheres mais poderosas dos EUA, a norte-americana dispensa até sobrenome. Com uma fortuna estimada em quase US$3 bilhões, Oprah Winfrey é atualmente a terceira mulher mais rica dos EUA. Mas sua trajetória foi longa até alcançar sua posição atual como apresentadora, atriz e empresária de sucesso.

Nascida em um pequeno povoado do Estado do Mississipi e filha de uma empregada doméstica mãe solteira, Oprah foi criada pela avó materna em uma fazenda. Sob a orientação rigorosa de sua avó, ela aprendeu a ler com dois anos e meio de idade. Aos três anos, ela já entrevistava sua boneca e os corvos que pousavam perto à cerca da casa. Era tão boa oradora em período escolar que, na Igreja, lhe chamavam de “a pregadora”.

Aos seis anos, Winfrey foi enviada para o norte para morar com sua mãe e dois meio-irmãos em um gueto de Milwaukee, um bairro extremamente pobre e perigoso. Aos nove anos, acabou estuprada por um primo. E, infelizmente, os abusos não acabaram por aí. Oprah também foi abusada sexualmente por outros parentes e amigos da família.

Aos doze anos Oprah foi enviada para morar com o pai em Nashville, Tennessee. Nesse período, sentindo-se segura e feliz, começou a fazer discursos em reuniões sociais e igrejas, e uma vez ganhou quinhentos dólares por um discurso. Sabia então que queria ser “paga para falar”.

No entanto, foi chamada de volta pela mãe e teve que abandonar a vida tranquila que tinha com o pai. Sua mãe trabalhava e não tinha muito tempo para supervisioná-la. A vida com a mãe teve um efeito negativo na vida de Winfrey quando jovem. Depois de anos de mau comportamento, a mãe de Winfrey mandou-a de volta para o pai em Nashville.

A ida para morar com o pai foi o ponto de virada na vida de Oprah, que afirma que ele salvou sua vida. Muito rigoroso, o pai lhe dava orientação, estrutura, regras e livros. Tornou-se uma excelente aluna. Ganhou uma bolsa integral para a Tennessee State University. No ano seguinte, ela foi convidada para uma Conferência da Casa Branca sobre a Juventude.

Aos 17 anos, Oprah foi coroada como Miss Fire Prevention (Miss Prevenção de Incêncios), e por causa disso, foi à WVOL, uma estação de rádio local de Nashville, onde, de brincadeira, coube a ela narras as notícias. Ela fez aquilo tão bem que foi contratada pela estação.

Pouco tempo depois, a afiliada do Nashville Columbia Broadcasting System (CBS) ofereceu-lhe um emprego. Tornando-se a primeira mulher afro-americana de Nashville a se apresentar no noticiário da noite. Ela tinha dezenove anos e ainda estava no segundo ano da faculdade.

Sua carreira na televisão deslanchou! E, no começo dos anos 80 foi chamada para assumir como âncora do A.M Chicago, um famoso talk show matutino. Sob seu comando, o programa começou a dar mais destaques a temas atuais e mais polêmicos, deixando de lado os temas femininos tradicionais. Agora renomeado para Oprah Winfrey Show, o programa destacou-se ao levar pela primeira vez à TV entrevistas com pessoas comuns. O show foi líder de audiência na TV americana por 25 anos até que Oprah resolveu criar seu próprio canal a cabo- o Oprah Winfrey Network, além de uma bem-sucedida revista e uma empresa de produção cinematográfica.

Porém, o sucesso de Oprah não se limita ao seu trabalho na TV. Ela já foi indicada ao Oscar duas vezes, com as produções “A Cor Púrpura”, de 1985, e “Selma”, em 2014. Em 2011, ela recebeu um Oscar honorário por seu trabalho humanitário.

O poder de Oprah é tão grande nos EUA que muitos a querem na Casa Branca como presidente nas próximas eleições. Imagina ter essa mulher maravilhosa como presidente dos EUA?

 

foto: Mario Testino

Leave a Reply